quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

A EUCARISTIA E A FAMILIA



“ Não vos deixarei órfãos”(Jo.14,18)

♦ A Imitação de Cristo ( L.II. cap.VIII) diz: “ Quando Jesus está presente, tudo é bom e nada é difícil; mas quando está ausente, tudo se torna complicado.

♦ Que seria de nós se o Salvador tivesse se contentado em viver conosco somente durante a sua vida mortal?

♦ Isto já teria sido, sem dúvida, uma grande misericórdia e teria bastado para que merecêssemos a salvação e a vida eterna; mas não impediria que fôssemos os mais desgraçados dos homens. É possível que seja assim- alguém diria- contando com a graça, a palavra de Jesus, seus exemplos e as provas excessiva de amor? Sim; com tudo isso seríamos os mais infelizes dos homens.

I

♦ Contemplemos uma família reunida ao redor de seu carinhoso pai, é uma família feliz. Mas se lhes fosse arrebatado o chefe, as lágrimas ocupariam o lugar da alegria e da felicidade; faltando o pai já não existe família.

♦ Agora vejamos, Jesus veio ao mundo para fundar uma família: “ Teus filhos em torno à tua mesa serão como brotos de oliveira”( Sal.127,3).Se o nosso Chefe desaparece a família ter-se-á dispersado.

♦ Sem nosso Senhor Jesus Cristo, nós ficaríamos como os apóstolos durante a paixão, errantes e sem saber que seria deles, e isso que estavam perto de Jesus Cristo, e Dele haviam recebido tudo: haviam visto os seus milagres, eram testemunhas recentes de sua vida, mas lhes faltava o pai e eles já não constituíam uma família, nem eram irmãos entre si, apenas andavam ao lado de Jesus.

♦ Que sociedade pode subsistir sem um Chefe?

♦ A Eucaristia é, por conseguinte, o laço de união da família cristã. Retirai a Eucaristia e terá desaparecido a fraternidade.

♦ Os protestantes, que não possuem a Eucaristia, por acaso conservaram a fraternidade cristã? Não. Eles são como estranhos uns para com os outros. Ainda quando se encontram reunidos em seus templos não formam uma família; cada um é livre para pensar e pensar como queira; seus templos são apenas grandes salões. Por acaso, esses templos convidam à oração?

♦ E podemos chamar de irmãos aos católicos que não recebem a Eucaristia?Propriamente, não; nas famílias onde os pais e os irmãos não comungam, o espírito de união desaparece, a mãe torna-se uma mártir e as irmãs perseguidas. Não, não; sem a Eucaristia no existe família cristã.

♦ Mas, depois que Jesus Cristo reaparece, se reconstitui a família. Veja a grande família cristã, a Igreja celebra muitas festas, e é fácil compreender isto; festa em homenagem ao pai da família, em homenagem a mãe e a todos os santos, que são nossos irmãos, e por tanto, todas estas festas têm a sua razão de ser.

♦ Bem sabia Jesus Cristo que enquanto durasse a família cristã, Ele haveria de ser o seu pai, seu centro, sua alegria e felicidade!

♦ Por isso, nos encontramos uns com os outros, podemos saudar-nos como irmãos, pois acabamos de levantar-nos da mesma mesa. Assim os apóstolos instintivamente chamavam aos primeiros cristãos de irmãos.

♦ Ah! O demônio também sabe perfeitamente que, afastando as almas da Eucaristia, destrói a família cristã, e nos tornamos egoístas. Não existem mais que dois amores: o amor de Deus ou o amor a si mesmo; forçosamente temos que escolher entre um ou outro.


São Pedro Julião Eymard

Nenhum comentário:

Postar um comentário