quinta-feira, 22 de março de 2012


O Sacerdote

Ah! Quão belo quão divino e cheio de grandeza é o Sacerdote! Participe e completa a paternidade de Deus pai.
Depois de fazer o verbo se encarnar sobre o altar, dá às almas este mesmo Verbo, eternamente gerado pelo Pai! E dá ao Pai o seu divino filho, que o Glorifica por meio de todos os mistérios de sua vida de Homem-Deus.
Ah! O Pai ama o Sacerdote, e nele se compraz quando o vê celebrando o Augusto Mistério!
O espírito Santa ama o Sacerdote, porque é o instrumento de que se serve para gerar nas almas a vida divina e renovar, em suas mãos, a obra admirável da Encarnação operada no seio de Maria. O Espírito Santo está nele e com ele; faz-lhe palpitar o coração, opera por suas mãos, fala por seus lábios quando ele anuncia a palavra de Deus, e, de um modo mais eficaz e sublime, quando ele pronuncia as palavras da Consagração.
E Nosso Senhora Jesus Cristo? Ah! Ele ama o Sacerdote, e o ama acima de tudo, pois que lhe concedeu todo o poder sobre a sua Pessoa, que somente pode viver com os homens, trabalhar entre eles e acerca-se dos pecadores, por intermédio do Sacerdote! Nosso Senhor não pode passar sem o seu Sacerdote!
O Sacerdote é o homem do Coração de Nosso Senhor, que o ama sobre todas as coisas. Foi por amor que o tornou Sacerdote; é o fruto de suas mãos e de seu Coração. O Sacerdote brota das chagas de Jesus Cristo. A maior Graça que Deus concede a um povo é o Sacerdote, o Sacerdote segundo o seu Coração.

São Pedro Julião Eymard, Flores da Eucaristia.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário